22 de mai de 2017

VIDA DE ÁRBITRO É MUITO DIFÍCIL - VIDE ATLÉTICO X FLUMINENSE

Não pretendo discutir mérito de quem ganhou e de quem perdeu. O Abel, do Flu, queixou-se pesado de "muitas inversões de faltas". Não vi queixas do Roger. MaS prefiro discutir as condutas de jogadores durante a partida, sabendo que muitas dessas condutas são orientadas pelo treinadores.
Vi gente do Flu com as unhas fincadas na camisa de atleticano, naquelas cobranças de falta ou de escanteio. Vi puxões de camisas, em ambos os lados. E vi que os puxões de camisa são treinados: uma agarradinha para desequilibrar e soltar imediatamente, para não ser flagrado. Vi mudanças de posições nas bolas, quando de cobranças de faltas, para retardar jogo. Vi jogadores lançando a bola para o lado contrário em que ocorreu falta ou lateral. Vi, muitas vezes - inclusive quando da marcação de pênalti a favor do Flu - vários jogadores partirem para cima do juiz, para reclamar (acho que seria muito saudável para o futebol se, logo após qualquer marcação, vários jogadores partissem para cima do árbitro, este os esperasse com o cartão amarelo em punho e a outra mão no bolso do vermelho). Vejo, em todos os jogos, que muitas condutas de jogadores indicam intenções inequívocas de retardar jogo, de iludir juiz, de enfrentá-lo, ou seja, de prejudicar a arbitragem. Muitas vezes, as reclamações de decisões marcando falta destinam-se exclusivamente à catimba, para retardar o andamento do jogo.
Ora bolas! Por que então ficar reclamando de arbitragem, se técnicos e jogadores conspiram contra as boas arbitragens, praticando atos diversos que só têm por objetivos iludir e procurar desequilibrar o árbitro? É preciso que técnicos e jogadores contenham-se, se quiserem arbitragens boas. Não entendo por que alguém disse que o árbitro daquele jogo não tinha capacidade para o "peso" do mesmo jogo. Mas que peso? As intenções de catimba, de violência, de práticas irregulares anti-esportivas? Acho que qualquer árbitro tecnicamente capaz terá condições de arbitrar uma partida cujo objetivo único seja o jogo de futebol, sem malandragens.
São condições de trabalho, que todo profissional merece.

Imagem: NETFLU.
https://www.netflu.com.br/atletico-mg-x-fluminense-tera-trio-de-arbitragem-gaucho/