31 de mar de 2015

MOEDAS. EM UM TEMPO, ALGUMAS CHEGARAM A CAUSAR CONFUSÃO

Dia desses, assisti a uma brincadeira, no programa "Em Pauta", para que os jornalistas participantes indicassem as imagens que apareciam no dinheiro brasileiro. Por exemplo: o valor de mil cruzeiros (quanto custa?) passou a ser tratado como "um barão", porque na nota do mesmo valor estava a efígie do Barão do Rio Branco. Quem vende sempre procura amenizar o preço que pretende receber. "Um barão" soa mais barato do que mil cruzeiros. 
No correr de todo esse tempo em que, em diversas oportunidades, conforme a inflação do momento, mudamos de unidades monetárias (réis, cruzeiro, cruzeiro novo, cruzado, cruzado novo, cruzeiro outra vez, cruzeiro real, real - mais ou menos isto), tivemos duas notas que, em rápida visão, podiam ser confundidas, ambas com a face azulada: a de mil cruzeiros (então com a efígie de Pedro Álvares Cabral, e que, por isto, passou a ser tratada, na intimidade, como "um cabral"),



e a de dois cruzeiros, com a estampa do Duque de Caxias, carinhosamente tratada como "um caxias".



O verso do "cabral" era em um laranja forte



e o verso do "caxias" era em um laranja mais fraco.



Pois bem. Meu amigo, o advogado José Maria Mayrink Chaves - que, com toda certeza, aguarda-me no andar de cima, só para provar que é o mais maluco (como se precisasse) - passava-me alguns sambas, que dizia serem de autoria de um tal Cirilo, carregador no Mercado Municipal de Belo Horizonte. Nunca vi o tal compositor, apesar de minhas andanças frequentes com o Zé Maria. Por isto, penso que as músicas, sempre muito engraçadas, eram do Zé, mesmo. Cirilo era só uma escapada.
Por ter vindo à baila o tema "moedas", transcrevo a letra de um samba, autoria do "Cirilo", falando sobre o fim de um amor mui chegado ao interesseiro:


"Chega, entre nós não há mais nada.
Você não é mais o estouro da boiada.
No nosso romance, já "coloqueio" ponto final
pois na sua bolsa só tem caxias mas não tem cabral."


Imagens: Nosso Dinheiro Através dos Tempos.

30 de mar de 2015

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - INSPIRAÇÃO NÃO É BANANA

Estou formatando diferente esta citação. Tenho letra e música na memória mas meu computador não encontra. Acha, apenas, referências, como no blog "Música de Carnaval" (http://cesargravier.zip.net/arch2007-05-27_2007-06-02.html) e no Recanto das Letras (http://www.recantodasletras.com.br/cronicas/2870655).
Nem estou certo de que o título seja "Inspiração não é Banana", mas apenas de que o compositor foi Paquito, carnaval de 1956. Como ilustração, transcrevo a letra (memória do meu HD pessoal, já com 75 anos, mas, quanto a essa música, íntegro).

Inspiração não é banana,
que plantando dá.
Quá, quá, quá, quá,
quem tem mágoa bebe água,
vê se você se ajeita.
Todo corcunda sabe como se deita.
Você pode ser doutor,
apoiado! muito bem!
Deputado ou senador,
apoiado! muito bem!
Mas tudo isso não é privilégio.
Inspiração não se aprende no colégio.


Imagem: Coleções Mercado Livre
http://colecoes.mercadolivre.com.br/revistas/revista-carnaval-de-1956-marchas-e-ambas

A imagem não está no catálogo. Isolada, está em http://mlb-d1-p.mlstatic.com/14580-MLB120919393_9021-Y.jpg

FICOU 1 X 0. MAS PODERIA TER FICADO 1 X 1 OU 1 X 0 CHILE. NÃO MUDARIA O PANORAMA

Assistir Brasil x Chile ao vivo 29/03/2015A seleção brasileira não foi melhor nem pior. Fez 1 x 0 na única oportunidade surgida. A chilena correu muito, mas também não fez mais do que isto. Bem que obrigou Jeferson a uma bela defesa, quando estava perdendo. Ficou só por aí. A seleção brasileira cometeu mais faltas do que a chilena. Mas, no primeiro tempo, a chilena deu muita pancada. Neymar foi a vítima preferida, atingido várias vezes por um brucutu chileno, que mereceu cartão amarelo na primeira dividida. Juiz não costuma dar. Não deu. Aí cara cresceu e cometeu o absurdo de pisar na panturrilha do brasileiro e levantar-se sobre o pé que pisava. Nem assim levou amarelo. O bandeirinha estava no lance. Acabou amarelado, pelo conjunto da obra. Não gostei de ver a seleção brasileira praticando tantas faltas "táticas". Para mim, é indício de deficiência técnico-tática. Penso que o melhor ensinamento não é técnico, mas no sentido de se fazer alguma coisa para impedir coisas desse tipo na Copa América, no Chile. Se não, poderá ser ficar muito feio.
Quanto ao jogo, o Dunga experimentou. Acho certo. Precisa conhecer. E tinha de mesclar. Não poderia ter escalado o time reserva, porque deverá estar mais entrosado do que a mistura. Penso que é para isto mesmo. Precisa conhecer os convocados em jogo, e não só em treinos.
No mais, o treinador afastou Neymar da ponta esquerda (como tem sido usado no Barcelona, e como jogava no Santos e na Seleção de 14). Lembro-me de que João Saldanha achou de entender que Dirceu Lopes deveria ser centro avante. Mas como, meu Deus? Um baixinho onipresente, que ocupava todos os espaços do campo, uma mobilidade fenomenal, e vai jogar isto fora? Felizmente, não aconteceu. Teria sido amarrar um craque. Com Neymar na ponta esquerda, penso que acontece o mesmo. Com o talento e a mobilidade dele, deve ser usado em mais faixas do campo, atazanando todos os setores da defesa adversária, e não só o lado direito. Esperemos para ver se Dunga segue ampliando os espaços do jogador.
Finalmente: Neymar jogou quase nada. Primeiro porque, sem falar na violência, foi marcado por pelo menos dois adversários em cada lance, tendo havido momentos em que havia quatro em redor dele. Acho que é preciso achar uma forma tática de aproveitar a concentração de marcadores em cima de um só jogador, para ver se fica alguém desmarcado.

Imagem: FUTEBOL AOVIVO2.COM
http://futebolaovivo2.com/assistir-brasil-x-chile-ao-vivo-29032015/

29 de mar de 2015

CREDO! EU, HEIN, DONA???!!!

Conta a notícia que, em algum lugar do universo, uma mulher matou o marido com três facadas e cinco tiros, sendo dois no peito e três na cabeça. Deu BO e os policiais abordaram a "suspeita" quando se encontrava fora de casa, aparentemente controlada, explicando calmamente o que acontecera. O comandante da guarnição perguntou à senhora por que praticara aquele ato hediondo. Respondeu que havia lavado a casa e estava passando o pano para secar, quando o marido, chegando da rua, irrompeu casa a dentro, sujando o chão todo.
Foi aí que chegou a repórter e deu com o petit comité ainda discutindo ali na porta. A repórter, bisbilhoteira como todos os repórteres, perguntou ao policial:
- O senhor já foi lá dentro ver como está o corpo?
De bate-pronto, o policial respondeu:
- Eu, hein, dona? Fui não! Estou esperando o chão secar.


Foto: GuiadaCasa.com
http://www.guiadacasa.com/dicas/como-limpar-uma-casa

28 de mar de 2015

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - FEITIÇO DA VILA




"Sol, pelo amor de Deus não venha agora
que as morenas vão logo embora."




Noel (E) e Vadico (D)



Noel Rosa e Vadico, em "Feitiço da Vila".







Para ouvir com Martinho da Vila:
http://www.vagalume.com.br/noel-rosa/feitico-da-vila.html

Foto: ARTILHARIA CULTURAL.
https://artilhariacultural.wordpress.com/tag/noel-rosa/

27 de mar de 2015

NA SUÍÇA COMO NA HELVÉCIA

A Goscinny e Uderzo não passaram desapercebidas as tramóias envolvendo a neutralidade dos suíços e seus bancos maravilhosos. Só que retornou os fatos à Helvécia, no século V a.C.
Segundo a Vikipédia, Helvécia (Helvetia, em latim) é o nome dado pelos antigos romanos à região da Europa Central, mais precisamente no planalto situado entre os Alpes suíços e a cordilheira do Jura. Correspondia, aproximadamente, à parte ocidental da Suíça atual. Informa, ainda, que "A Suíça continua a usar o nome, em sua forma latina, Helvetia, sempre que é inconveniente ou pouco apropriado o uso de uma ou de todas as quatro línguas oficiais do país". Imagino as vantagens de haver quatro línguas oficiais. Quando a coisa aperta, o camarada pode dizer à polícia que não está entendendo a pergunta.
Os quadrinhos de "Asterix entre os Helvéticos" reportam o costume (ampliando, fica melhor para ler):

Asterix e Obelix sempre às voltas com as legiões romanas.
Acabaram acomodados em um banco suíço.
.......................................................................


.......................................................................

.......................................................................

Obelix precisa comer. Urgente!.......................................................................
.......................................................................



Fonte: "Asterix entre os Helvéticos", texto de Goscinny, desenhos de Uderzo, Editora Record.

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - JUÍZO FINAL



"Do mal será queimada a semente.
O amor será eterno novamente."



Nelson Cavaquinho. Reprodução
Nelson Cavaquinho


Nelson Cavaquinho e Élson Soares em "Juízo Final".





Para ouvir com Nelson Cavaquinho:
http://letras.mus.br/nelson-cavaquinho/47647/

Foto: Museu da Imagem e do Som - RJ.
http://www.mis.rj.gov.br/blog/mais-de-duas-decadas-de-saudade-de-nelson-cavaquinho/

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - DOCE DE COCO


"Sabes que a língua do povo
é contumaz traiçoeira,
quer incendiar, desordeira,
atear fogo ao fogo."






Hermínio Bello de Carvalho, em "Doce de Coco" (poema sobre obra instrumental homônima de Jacob do Bandolim).












Para ouvir com Jacob do Bandolim:
http://letras.mus.br/jacob-do-bandolim/1748661/














Para ouvir com Elizeth Cardoso (A Divina):
https://www.youtube.com/watch?v=Y8PJYlhJGuc






Foto Hermínio: Disc Reviw.
http://daniellathompson.com/Texts/Reviews/Herminio_CDs.htm


Foto Jacob do Bandolim: Governo do Rio de Janeiro - Secretaria de Cultura - Museu da Imagem e do Som.
http://www.cultura.rj.gov.br/fotos-espaco/museu-da-imagem-e-do-som-mis


Foto Elizeth Cardoso: Lérias & Lixos.
http://www.leriaselixos.com.br/nossos-pais-tinham-razao-elizeth-cardoso-e-divina/ 

25 de mar de 2015

NOVOS RUMOS, DISSE O EX-MINISTRO THOMAS TRAUMANN

Saiu de cena o Ministro-Chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República - Thomas Traumman. Ouvi estorinhas da trama: no ano passado, o Ministro, que estava no cargo desde janeiro de 2014, disse que não emplacaria 2015, porque sua família ficara no Rio de Janeiro e ele não se sentia confortável com o afastamento, de filhos inclusive. Mas emplacou. Falou-se que fora solicitado pela Presidente. Agora, surge na mídia uma notícia de ter sido vazado um documento interno do Ministério, referindo-se a "caos político" e a "comunicação errática" do governo.
Não se sabe o que há de verdade, ou de intrigas palacianas. Certo é que o Ministro apresentou pedido de demissão, aceito pela Presidente.
Ouvi, pela TV (GloboNews - essa Globo!), que o Ministro despediu-se citando Paulinho da Viola, em "Novos Rumos":


"Quero viver diferente
que a sorte da gente
é a gente que faz."

A primeira pergunta que me fiz: disse isto para ele mesmo, ou para a Presidente?
Depois, lembrei-me de que há muito faço ilações estranhas sobre a sonoridade de certos nomes de autoridades. Desde o Ministro César Cals (caos?). Assim com o Ministro demissionário - Thomas Traumman:
Terá pedido as contas porque o incomoda estar longe dos filhos? Então, a saída é Traummantizada. Se for isto, acho que dirigiu a si próprio a fala de Paulinho da Viola.
Ou terá pedido as contas por causa do vazamento de expressões que incomodam o governo? Então, a saída é Traummantizante. Acho que os versos são para ele mesmo não.


Foto: Fotos do Palácio do Planalto em Brasília.
http://www.brasiliafotos.com.br/foto-palacio-planalto.html

MUITO PIOR DO QUE A CORRUPÇÃO

Ninguém acredita que possa haver algo assim. Há muito tenho comentado, entre amigos, que o desperdício é muito pior do que a corrupção. Argumento: o governo realiza uma obra absolutamente necessária, que irá melhorar a vida dos governados, de verdade. Interfere a corrupção e há um desvio de 15% do valor da obra. O cidadão contribuinte (ou seja, todo cidadão) pagou 15% a mais, mas a obra está ali, produzindo bem estar público. Por outro lado, o governo faz uma obra desnecessária (ou com requintes desnecessários), por motivação política. A obra é realizada sem que nela interfira a corrupção. O gasto é exatamente o que deve incidir. No caso de obra imotivada, o cidadão perdeu os 100% do valor, dinheiro gasto para nada; ou perdeu mais de 15%, para realização de requintes desnecessário. Os exemplos recentes são os estádios de Brasília, de Manaus, deficitários, e outros com problemas de altos custos. Vamos à prática: reproduzo excerto de publicação no cadikim, sob o título "Só mesmo com chinelada na bunda", em 7/01/2013 http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2013/01/so-mesmo-com-chinelada-na-bunda.html), relatando dois eventos de desperdício, muita grana envolvida, sem produzir bem estar público:

"Ontem, assisti, no Fantástico, a um dos maiores absurdos de que tenho notícia. Uma obra para gerar energia, iniciada nos tempos da ditadura, não foi concluída, ainda. Equipamentos importados da Alemanha para essa obra estão encaixotados em um depósito. R$500.000.000,00! Isto mesmo: QUINHENTOS MILHÕES! Na Bahia, um parque eólico não está ativado, porque não foram construídas linhas de transmissão. Empresas investiram R$1.200.000.000,00! Como a obra foi entregue no prazo, as empresas estão recebendo do governo pela energia que poderiam gerar: mais de R$33.000.000,00 por mês! 'De julho a outubro, foram R$134,4 milhões. E, segundo a Aneel, deve passar dos R$440 milhões até setembro, quando as primeiras linhas deverão estar prontas. Esse dinheiro sai da sua conta de luz', disse o Fantástico."
Hoje, pelo Bom Dia Brasil, rede Globo (http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2015/03/brasil-perde-r-8-bilhoes-por-ano-com-desperdicio-de-agua.html), ouço a notícia de que o desperdício de água no Brasil, por ano, corresponde a seis sistemas Cantareira.
Rede de gambiarras leva água a uma comunidade,
em São Paulo - SP.
Água tratada. Pior: vejo vários eventos de desperdícios, sempre envolvendo deficiências no serviço público.

Ora direis: mas é a Globo! E daí? É a Globo, sim, mostrando imagens.
Para que eu possa não acreditar, é necessário que os responsáveis pelo bom andamento dos negócios públicos venham
Água saindo pelo cano. O consumidor entrando.
exigir da Globo - ou de quem mais acharem - o direito de resposta, para demonstrar que é a tal teoria da conspiração.

Não! Preferem sobretaxar, querer que o cidadão faça xixi na hora do banho, dizer que deve economizar água. Enquanto isto, as nascentes vão secando, por falta de proteção ambiental, as florestas vão sendo destruídas, os rios continuam cada vez mais poluídos... 
Tudo isto é desperdício de bens públicos, em alguns casos incidindo corrupção. Mas o impacto do desperdício é muito maior.

Fotos: G1 BOM DIA BRASIL.
http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2015/03/brasil-perde-r-8-bilhoes-por-ano-com-desperdicio-de-agua.html

24 de mar de 2015

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - SEGREDO


"O peixe é pro fundo das redes, segredo é pra quatro paredes."


Herivelto Martins
Herivelto Martins




Herivelto Martins e Marino Pinto, em "Segredo".






Para ouvir com Grupo Regional Nacional - Voz: Nina Wirtti; Violões: Rafael Mallmith e Iuri Bittar; Cavaco: Léo Pereira; Bandolim: Tiago Souza; Trompete: Aquiles Moraes; Pandeiro: Anderson Balbueno.

https://www.youtube.com/watch?v=KHjhXam-GpQ

MORREU HERMÓGENES, AOS 94 ANOS. A PAZ E A SAÚDE EM IOGA.

Não vi esta notícia divulgada nos meios de comunicação mais freqüentes, como jornais televisivos. Acabei tomando conhecimento por meio diverso.
Penso que vale a pena divulgar, tendo em vista o prestígio que José Hermógens de Andrade Filho - o Professor Hermógens granjeou no país e no exterior, e, também, em face, do compartilhamento, por ele, de aspectos importantes do Ioga, através da publicação de mais de trinta livros, publicados no Brasil e traduzidos em diversos idiomas.
Com Ioga e com Hermógenes, o contato com a paz e com a saúde, tratando desde o bem estar físico até a profundidade da filosofia Ioga.
Penso, também, que vale a pena ir buscar na fonte - Instituto Hermógenes - informações que têm auxiliado muita gente a se encontrar e a encontrar uma vida saudável.








FOTO: 



http://hermogenesyoga.com.br/index.php/sobre

23 de mar de 2015

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - O CHEIRO DA CAROLINA



"E fungar no seu cangote, Carolina."



rai41
Zé Gonzaga, irmão do Luiz Gonzaga,
entre Zé minhoca e Passinho.



Zé Gonzaga e Amorim Roxo, em "O Cheiro da Carolina".




Para ouvir com Luiz Gonzaga:
http://www.vagalume.com.br/luiz-gonzaga/o-cheiro-da-carolina.html

Foto: Jornal da Besta Fubana.
http://www.luizberto.com/a-coluna-de-raimundo-floriano/ze-gonzaga-o-irmao-do-rei

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - BOLINHA DE PAPEL


"Tiro você do emprego, dou-lhe amor e sossego, vou ao banco tiro tudo pra gente gastar."



Geraldo Pereira


Geraldo Pereira, em "Bolinha de Papel".








Para ouvir com os Anjos do Inferno:
https://www.youtube.com/watch?v=cd76M_ia6I4

Para ouvir com João Gilberto:
http://www.drzem.com.br/2010/10/bolinha-de-papel-de-geraldo-pereira.html

Para ouvir com Toninho:
http://www.drzem.com.br/2010/10/bolinha-de-papel-de-geraldo-pereira.html


Nota do cadikim: a página acima indica três versões: Anjos do Inferno (indisponível ali, buscada no youtube), João Gilberto e Toninho (o autor da página, Dr. Zem, não tem maiores informações sobre este). Indico a postagem dele.
Há pequena diferença entre as versões: João Gilberto e Toninho (e outro que encontrei) cantam "tiro tudo pra você gastar); Anjos do Inferno cantam "tiro tudo pra gente gastar". Penso que ouvi esta versão do próprio Geraldo Pereira, pois é a que me ficou na memória, de há muito tempo.


Foto: MPBNet
http://www.mpbnet.com.br/musicos/geraldo.pereira/

22 de mar de 2015

RENATO DUQUE: A ELOQÜÊNCIA DO SILÊNCIO


Pode ser que esteja dando importância a um detalhe que não a mereça. Mas o que mais me impressionou nas declarações de silêncio de Renato Duque, perante a CPI da Petrobras, foi:

"Não pensei que fosse tão difícil ficar calado."

Por minha memória, essa fala foi em "resposta" à referência do Relator a afirmação de Sérgio Gabrielli, também perante a mesma CPI, de que, se ocorrera corrupção na Petrobras, foram em ações individuais, insinuando que as ações dos diretores corrompidos nada tinham a ver com a presidência e outros setores interessados.
Duvidei da minha memória e fui conferir o vídeo (http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2015/03/renato-duque-fica-calado-em-depoimento-na-cpi-da-petrobras.html).
Foram exatamente as palavras dele.
Não vi realce desse detalhe pela mídia. Repetiu-se, sempre, que Duque declarou e exerceu seu direito de ficar calado.
Mas eu achei naquela fala excepcional a eloqüência do silêncio.


Imagem: @Abobado.
https://abobado.wordpress.com/2014/04/06/esquemas-ardilosos-contra-a-cpi-da-petrobras/

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - SÁ MARINA


"Roda pela vida afora
E põe pra fora esta alegria
Pensa que amanhece o dia pra se cantar."






Antônio Adolfo e Tibério Gaspar, em "Sá Marina".









Para ouvir com Wilson Simonal:
https://www.youtube.com/watch?v=jL3xK79ysn0








Observação do cadikim: letras publicadas em várias páginas indicam "Dança que amanhece o dia de se cantar.". Simonal canta "Pensa que amanhece o dia pra se cantar".




Foto Simonal: Diário do Nordeste - Caderno 3.
http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/caderno-3/marginais-e-polemicos-sergio-sampaio-e-wilson-simonal-1.262146


Foto Tibério Gaspar e Antônio Adolfo: Gente em Foco.
http://www.velhosamigos.com.br/foco/tiberiogaspar.html

21 de mar de 2015

20 de mar de 2015

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - ROSA MORENA


"Deixa de lado essa coisa de dengosa,
anda, Rosa, vem me ver."



Reprodução


Dorival Caymmi, em "Rosa Morena".







Para ouvir com Gilberto Gil:
http://www.kboing.com.br/gilberto-gil/1-1340768/


Para ouvir com Elis Regina:
http://letras.mus.br/elis-regina/424127/

NAS LETRAS DE NOSSAS CANÇÕES - "CAMELÔ"



"Aconselho então a muito deputado
que ganha calado
escutar o camelô com atenção.
O distinto aprenderá a falar de fato
e, ao terminar o mandato,
já tem uma profissão."






Billy Blanco, em "Camelô".





Para ouvir com o autor (versão em que introduziu um pouquinho de safadeza no texto):
http://letras.mus.br/billy-blanco/1768074/


Foto: O ESQUEMA.

http://www.oesquema.com.br/ronaldoevangelista/2011/07/page/3/

19 de mar de 2015

ASTERIX LEGIONÁRIO NEM IMAGINAVA. RENATO DUQUE TAMBÉM NÃO

Por artimanhas de Goscinny e Uderzo, Asterix, o Gaulês, foi, juntamente com 
Obelix, incorporado à gloriosa Legião Romana. Na hora do rango, Obelix - o guloso - perguntou: "será que eles servirão javalis?". Ao que Asterix obtemperou: "Pare de ter ideias; quanto melhor o exército, pior a comida. Isso mantém os guerreiros de mau humor". Ao experimentar a comida, Asterix bradou: "Eu não pensava que o exército romano fosse assim tão poderoso".
Pois bem. Hoje, enquanto Renato Duque submetia-se a interrogatório na CPI da Petrobras (assisti a parte, ao vivo), começou logo dizendo que iria exercer seu direito de ficar calado. E assim foi, desde que o Relator começou a interrogá-lo: dizia, repetidamente que ficaria calado.
Deu-se, então, que o Relator mencionou depoimento do ex-presidente da empresa, Sérgio Gabrielli, indicando que este, ao depor perante a mesma CPI, informara que, se houve corrupção, foi pela ação isolada de pessoas. Entenda-se: cada um fez isoladamente, não resultando em envolvimento de outros.
Foi quando Renato Duque não se limitou a dizer que iria ficar calado. Observou, com todas as letras:


"Não pensei que fosse tão difícil ficar calado".

Cada um que entenda como quiser. O que não pode, por força de lei, é querer interpretar o silêncio de Renato Duque.



Imagem: Vma Aventvra de Asterix o Gavlês - Asterix Legionário.
Desenhos: Uderzo.
Texto: Goscinny.


PRESENÇA DE CID GOMES NA CÂMARA DOS DEPUTADOS DÁ ENSEJO A CENAS DEPRIMENTES

Não entendo para que foi feita a convocação - ou convite, sei lá - para que Cid Gomes fosse explicar o fato de ter falado que há 400 ou 300 achacadores na Câmara dos Deputados. Ou pedir desculpas, também não sei.
Se alguém ofende outrem, em particular, e apenas no campo estritamente pessoal, o pedido de desculpas e a aceitação, também em particular, pode não causar assombro a qualquer dos dois.
Mas se uma pessoa desqualifica um grupo de tantos deputados, de modo generalizado, relativamente à conduta profissional deles, perante terceiros, então acho inadmissível pedir desculpas. O que Cid Gomes fez foi repetir e, além disto, apontou para o Presidente da Câmara, usando o argumento desqualificador.
Tenho para mim que ninguém ali, na Câmara dos Deputados, esperava que Cid pedisse desculpas pelo que falou. Logo, qualquer manifestação de inconformismo teria de buscar outra sede - a do Poder Judiciário, como o Presidente e o Procurador da Câmara disseram que será providenciado.
Penso, pois, que a própria Câmara poderia ter evitado o desgaste, não convocando nem convidando Cid Gomes. Ou então, o interesse era provocar o conflito, previsível.
Vi deputados dirigindo palavras ásperas a Cid Gomes, e referindo-se a fatos que reputaram irregulares e desonestos. E vi Ciro Gomes com um sorriso de superioridade no rosto, como se não o incomodassem as imputações que lhe foram feitas.
Olha! Tenho assistido a muitos debates pela TV Senado e pela TV Câmara. Assisti pela TV ao julgamento do "mensalão", pelo STF, através da TV Justiça. Penso que já vi muita coisa ruim acontecendo naqueles espaços.
Mas em verdade, em verdade vos digo: nunca vi coisa tão deprimente envolvendo um Ministro de Estado (qualidade com que Cid Gomes chegou à Câmara) e um corpo de Deputados, em um ambiente que ao Povo pertence e que, eventualmente, é ocupado por representantes do Povo.
Penso que os políticos estão ignorando limites.
Achei feio demais!


FOTO: O Dia Brasil.
http://odia.ig.com.br/noticia/brasil/2015-03-19/queda-de-cid-gomes-da-inicio-a-reforma-ministerial.html

18 de mar de 2015

FALTA TRANSPARÊNCIA OU CONSENSO.

É claro que fico ruminando as manifestações. Se o governo, a mídia e as redes sociais ficam, por que eu não posso?
Assisti, pela TV, às manifestações do dia 13 de março. Observei uma faixa pedindo "ABAIXO AS MPs 664 E 665". É claro que, no tumulto das notícias, demorei para procurar a que se referem as MPs "condenadas". Trata-se de mexer em direitos trabalhistas e outros (se alguém quiser se dar ao trabalho de ler os atos alterados pelas MPs, terá muito trabalho para entender). Demorei, também, para ver se essa "condenação" estava na pauta de quem organizou e mobilizou a manifestação.
Na página do PT (http://www.pt.org.br/reforma-politica-na-pauta-das-manifestacoes-de-13-de-marco/), encontrei que "Uma das principais reivindicações dos grupos participantes é a convocação de uma constituinte soberana da reforma política" (a matéria assinada por Guilherme Ferreira indicava que "o Partido dos Trabalhadores (PT) vai se somar às manifestações convocadas em todo o território nacional pela Central Única dos trabalhadores (CUT), em defesa da democracia"). Está na matéria: "Não é uma manifestação em defesa do PT, mas da democracia, o que sobrepõe a qualquer partido político" (as aspas estão marcando declaração de Gleide, Vice-Presidente do partido). De acordo com Gleide, o antídoto contra a corrupção é o fim do financiamento empresarial de campanhas.(...)". Encontrei, também, que o mote é a "defesa da democracia".
Manifestantes fazem ato pró-Petrobras na Avenida Paulista, em São PauloPrimeira observação: nas manifestações do dia 13, em São Paulo, que não se destinava à defesa do PT, só se via a cor vermelha, característica do partido; bandeiras e balões alusivos a organizações ligadas ao mesmo partido; e - de fato - mensagens falando em defesa da democracia, defesa do governo - "Dilma fica" (não era pauta do PT, não se encontrando na página citada). Fiquei pensando que ou o partido queria ser o único paladino do combate à corrupção, da reforma política, da defesa da democracia, etc.; ou não queria ajuda de outros partidos na empreitada (já que, segundo Gleide, "a defesa da democracia sobrepõe a qualquer partido político"); ou demais partidos não se interessaram por unirem-se ao PT, para aquelas pautas.
Segunda observação: estranhei a concorrência da "defesa do governo - Dilma fica" com o "abaixo as MPs 664 e 665" (essa manifestação "assinada" pela "esquerda marxista", com foice e martelo sobre a estrela", e uma expressão grave - "DILMA, ISSO É TRAIÇÃO", em vermelho). Sendo a Medida Provisória o instrumento que só e exclusivamente pode ser utilizado pelo(a) Presidente da República, soou estranho defender a prolatora das MPs e, ao mesmo tempo condená-las. A favor de Dilma, mas contra seus atos!!!!
Ou alguém está escondendo alguma coisa ou não existe consenso na casa.


Foto "Dilma Fica": SETHORESG.
http://www.sethoresg.com/sethoresg-em-acao-rv-manifestacoes-pelo-brasil-nesta-sexta-13/

Foto "Abaixo as MPs": Esquerda Marxista.
http://www.marxismo.org.br/content/manifestacoes-de-13-e-15-de-marco-confirmam-crise-de-dominacao-da-burguesia