25 de mar de 2015

MUITO PIOR DO QUE A CORRUPÇÃO

Ninguém acredita que possa haver algo assim. Há muito tenho comentado, entre amigos, que o desperdício é muito pior do que a corrupção. Argumento: o governo realiza uma obra absolutamente necessária, que irá melhorar a vida dos governados, de verdade. Interfere a corrupção e há um desvio de 15% do valor da obra. O cidadão contribuinte (ou seja, todo cidadão) pagou 15% a mais, mas a obra está ali, produzindo bem estar público. Por outro lado, o governo faz uma obra desnecessária (ou com requintes desnecessários), por motivação política. A obra é realizada sem que nela interfira a corrupção. O gasto é exatamente o que deve incidir. No caso de obra imotivada, o cidadão perdeu os 100% do valor, dinheiro gasto para nada; ou perdeu mais de 15%, para realização de requintes desnecessário. Os exemplos recentes são os estádios de Brasília, de Manaus, deficitários, e outros com problemas de altos custos. Vamos à prática: reproduzo excerto de publicação no cadikim, sob o título "Só mesmo com chinelada na bunda", em 7/01/2013 http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2013/01/so-mesmo-com-chinelada-na-bunda.html), relatando dois eventos de desperdício, muita grana envolvida, sem produzir bem estar público:

"Ontem, assisti, no Fantástico, a um dos maiores absurdos de que tenho notícia. Uma obra para gerar energia, iniciada nos tempos da ditadura, não foi concluída, ainda. Equipamentos importados da Alemanha para essa obra estão encaixotados em um depósito. R$500.000.000,00! Isto mesmo: QUINHENTOS MILHÕES! Na Bahia, um parque eólico não está ativado, porque não foram construídas linhas de transmissão. Empresas investiram R$1.200.000.000,00! Como a obra foi entregue no prazo, as empresas estão recebendo do governo pela energia que poderiam gerar: mais de R$33.000.000,00 por mês! 'De julho a outubro, foram R$134,4 milhões. E, segundo a Aneel, deve passar dos R$440 milhões até setembro, quando as primeiras linhas deverão estar prontas. Esse dinheiro sai da sua conta de luz', disse o Fantástico."
Hoje, pelo Bom Dia Brasil, rede Globo (http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2015/03/brasil-perde-r-8-bilhoes-por-ano-com-desperdicio-de-agua.html), ouço a notícia de que o desperdício de água no Brasil, por ano, corresponde a seis sistemas Cantareira.
Rede de gambiarras leva água a uma comunidade,
em São Paulo - SP.
Água tratada. Pior: vejo vários eventos de desperdícios, sempre envolvendo deficiências no serviço público.

Ora direis: mas é a Globo! E daí? É a Globo, sim, mostrando imagens.
Para que eu possa não acreditar, é necessário que os responsáveis pelo bom andamento dos negócios públicos venham
Água saindo pelo cano. O consumidor entrando.
exigir da Globo - ou de quem mais acharem - o direito de resposta, para demonstrar que é a tal teoria da conspiração.

Não! Preferem sobretaxar, querer que o cidadão faça xixi na hora do banho, dizer que deve economizar água. Enquanto isto, as nascentes vão secando, por falta de proteção ambiental, as florestas vão sendo destruídas, os rios continuam cada vez mais poluídos... 
Tudo isto é desperdício de bens públicos, em alguns casos incidindo corrupção. Mas o impacto do desperdício é muito maior.

Fotos: G1 BOM DIA BRASIL.
http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2015/03/brasil-perde-r-8-bilhoes-por-ano-com-desperdicio-de-agua.html