17 de ago de 2015

AS INCONGRUENTES CONTAGENS DE PARTICIPANTES DE PROTESTOS

Ô gente! Uma diferencinha de até 20% (não estou falando de propina, não!) é aceitável! Mas é "demais pros meus sentimentos, tá sabendo?" essa de uma turma (a que se manifesta) apresentar um número de participantes, e a outra (autoridades, por voz da Polícia Militar ou da Guarda Municipal, conforme o município) apresentar outro número, correspondente à metade. Será tão difícil, assim estimar esse número de pessoas com um mínimo de aproximação?
Manifestações de 16 de agosto em Brasília (Foto: Valter Campanato / Agência Brasil)Só posso sugerir o método que um milionário, fazendeiro no Texas, informou (em inglês, claro! que um amigo traduziu para mim, também claro!). Era tanto gado, que o amigo perguntou quantas cabeças havia ali. O cara respondeu: 3.286. O amigo surpreendeu-se: como contou tão depressa? Resposta rapidíssima: contei as patas e dividi por quatro. Sorry!
Com gente fica mais fácil (já disse Vandré que "com gente é diferente"). Basta dividir por dois, uai!
Postar um comentário