14 de abr de 2017

TEMER E A MULHER DE CÉSAR

Michel Temer foi citado por Márcio Faria - um dos delatores da Odebrecht na lava-jato, como tendo recebido em seu escritório político, em São Paulo (mencionou o endereço), em reunião em que foram discutidas relações da empresa com obras da Petrobras (mencionou a presença e a localização de Michel Temer na cabeceira da mesa e de cada participante - além de Márcio Faria e Rogério, Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves, e "os outros mais atrás"). Os tais "detalhes sórdidos" o leitor poderá já ter conhecido, através da imprensa ou se não, poderá vir a conhecer se procurar na rede.
O Presidente da República, em pronunciamento em rede social, divulgou: "É fato que participei de uma reunião, em 2010, com um representante de uma das maiores empresas do país" (vi pela TV e revejo em UOL notícias POLÍTICA, https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/04/13/jamais-colocaria-a-minha-biografia-em-risco-diz-temer-em-video-para-rebater-delator.htm). Antes dessa fala, manifestou sua repulsa pela mentira.
Ora direis: mas para que diabos o Vice-Presidente da República recebe em seu escritório político um representante de uma das maiores empresas do país? para tratar de que? de obras? não era o ambiente adequado; nem o PMDB teria legitimidade para tratar de obras, atividade que tem espaço próprio em Ministério. Respondo-lhes: mas que diabo essa futricação na vida dos políticos e dos poderosos?
Mas que fica esquisita essa ação de políticos e empresários, reunidos para resolver sabe lá Deus o que, isso fica.
Teria ficado mais adequado a Temer dizer - como todos estão dizendo - que não sabe de nada, que nem conhece esse tal Márcio Faria, que todas as verbas de campanha são legais, e coisa e loisa... Provavelmente, Michel Temer não poderia ter dito que a reunião não existiu em seu escritório político e que, se houve, não participou. Corria sério risco de a coisa vir a ser provada.
E aonde entra a mulher de César?
O texto irá ficar um pouco longo mas rogo pela paciência e pela curiosidade do leitor. Vamos lá.

Na Wikipédia:

"César se casou com Pompeia em 67 a.C,... . Em 63 a.C., Pompeia realizou um festival em homenagem a Bona Dea ('boa deusa'), no qual homem nenhum poderia participar, em sua casa. Porém, um jovem patrício chamado Públio Clódio Pulcro conseguiu entrar disfarçado de mulher, aparentemente com o objetivo de seduzi-la. Ele foi pego e processado por sacrilégio. César não apresentou nenhuma evidência contra Clódio no julgamento e ele acabou inocentado. Mesmo assim, César se divorciou de Pompeia, afirmando que 'minha esposa não deve nem estar sob suspeita'. Esta frase deu origem a um provérbio, cujo texto é geralmente o seguinte: 'À mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta'." (https://pt.wikipedia.org/wiki/Pompeia_(esposa_de_J%C3%BAlio_C%C3%A9sar)).

Em Jusbrasil - O Poder Judiciário e a mulher de César (https://nelcisgomes.jusbrasil.com.br/artigos/169616664/o-poder-judiciario-e-a-mulher-de-cesar):

"Em 63 a.C. Cesar foi eleito Pontifex Maximus, cargo vitalício que, sem impedir os demais que lhe alicerçariam o poder político, dava-lhe o controle sobre a vida religiosa de Roma. Cornélia Cinila, sua primeira esposa, morreu de parto em 69 a.C. e Cesar casou-se, no ano seguinte, com Pompeia Sila, ..... . Em 62 a.C., era preciso celebrar os ritos da Bona Dea (Boa Deusa), realizados na casa do Pontifex com a ausência obrigatória de todos os homens. Pela posição do marido, cabia a Pompeia supervisionar essa celebração. Aproveitando-se da ausência masculina, Públio Clódio Pulcro, jovem imberbe que se imagina enamorado de Pompeia, conseguiu entrar na casa disfarçado de mulher, possivelmente com a intenção de seduzi-la. Nada indica que Pompeia fosse conhecedora ou culpada desse sacrilégio, conforme o próprio César admitiu publicamente. Entretanto, ele divorciou-se dela, alegando que 'a mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta'. Como se vê, não se tratou de culpabilidade mas de reputaçao".

Um outro texto (Estórias da História - http://estoriasdahistoria12.blogspot.com.br/2016/01/a-mulher-de-cesar-nao-basta-ser-honesta.html) é semelhante, diferente apenas quanto à fala de César: "A mulher de César deve estar acima de qualquer suspeita".
Mas por que é que estou escrevendo essas baboseiras? Algo a ver com o Michel Temer?

Imagem: Wikipédia.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pompeia_(esposa_de_J%C3%BAlio_C%C3%A9sar)
Postar um comentário