19 de mar de 2016

LEMA PARA ALGUMAS OBRAS PÚBLICAS: FARE E SFARE, È TUTTO UN LAVORARE!

Em nível pequeno de administração pública de obras, tenho acompanhado o inconformismo de meu genro Beto e de minha filha Ana, em Passa Quatro - MG: um buraco existente em uma rua é "consertado" pela Secretaria Municipal de Obras e, logo logo, apresenta defeito de novo, e é "consertado" novamente. Não é privilégio de Passa Quatro. Aqui em Patos de Minas, há uma obra que não sei se da Prefeitura ou da COPASA (porque envolve rede de água pluvial, parece-me). Nestes últimos doze meses, já vi máquina abrindo valas, fazendo "consertos", fechando, deixando sem cobertura asfáltica (será que já estão sabendo que terão de voltar e reabrir?), voltando, reabrindo, máquinas trabalhando, ruas interditadas ao tráfego de veículos, lama ou poeira conforme chova ou faça sol. Nesta última semana, até ontem, estiveram aqui homens e máquinas, muito barulho da pá carregadeira (com aquele irritante "pi pi pi...") e soquetes barulhentos. Isolamento do tráfego, muita poeira. Ainda não fizeram a cobertura asfáltica. Será que estão planejando voltar para reabrir?

Fez-me lembrar Dona Ephigenia, que volta e meia dizia: "Fare e sfare, è tutto un lavorare", traduzindo como "Fazer e desmanchar, tudo é trabalhar".
Pelo visto, a administração dessa bronca não tem do que reclamar...
Postar um comentário