25 de jul de 2013

COMENTÁRIOS QUE ACHEI DISPENSÁVEIS NO ARENA SPORTV DE HOJE

Dois comentários feitos no “Arena Sportv” incomodaram-me bastante, hoje.
Primeiro, foi o Vilaron, falando do Ronaldinho Gaúcho, da participação dele no Atlético Mineiro e da conquista da Libertadores. Disse que até parado Ronaldinho é útil.
Não acho. Quando no Flamengo, Ronaldinho mais ficava parado (depois de um início muito ativo e produtivo), jogava apenas com o nome e produzia muito pouco. Acabou metido em tremenda polêmica, até sair. Chegando ao Atlético Mineiro, em ambiente quase hostil, com rejeição por significativa parcela de torcedores, Ronaldinho, após um tempo de adaptação, começou a jogar muito. Liderou e conduziu o time porque estava jogando muito. Na fase final da Libertadores, via-se que o craque já não estava tanto: correu pouco, errou passes (especialidade sua), perdeu domínio de bola... Parecia até um pouco acima do peso. Pareceu-me que estava acontecendo aquilo que vi em vários jogadores famosos: havia algum fator, provavelmente de comportamento, que estava afetando. Foi quando, após a classificação para as finais, o Alexandre Kalil, não sei se para botar pilha na torcida para que cobrasse mais do craque, ou para discreto “puxão de orelha”, disse que aquele sucesso estava sendo conseguido a duras penas, que era muito duro manter o Ronaldinho concentrado por cinco dias. Pareceu-me que andava por aí a queda de produção do jogador.
Temo, quando vejo alguém otimista ao extremo. Sabe-se que existem muito poucos anjos por aí e que Ronaldinho não é, segundo noticiário da imprensa.
Ora, Vilaron, dizer que até parado Ronaldinho é útil, via Embratel, poderá levar o craque a imaginar que uma singela estátua sua colocada à beira do gramado aterrorizará adversários.
Não é assim, não, uai! O brasileirão não é moleza. E ali pertinho da Vila Olímpica está um time com muita vontade de aparecer e desbancar o Galo. Fora de Minas também tem uma turminha que não dá moleza.
É claro que o Vilaron não irá saber da minha opinião.
Gostaria, no entanto, que o Ronaldinho soubesse. Olha, cara! Dá um tempo na farra, procure voltar àquela forma física que o levou a liderar o Galo, porque bola você tem - o que só digo como argumento, porque todo mundo sabe. Não creia em medos dos adversários à simples visão de seu passeio pelo gramado. Trate de correr!

UMA DAS CENAS MAIS EMOCIONANTES
A QUE ASSISTI, EM FUTEBOL
O segundo incômodo foi-me proporcionado pelo Müller, ex-craque do São Paulo, da Seleção Brasileira, quando, no “Arena Sportv” de hoje, o âncora sugeriu que os jogadores do Atlético dessem 5% do bicho para Victor, pelas atuação dele, principalmente na fase de mata-mata da Libertadores. Müller interveio, perguntando que percentual deveriam dar, então para o Jô, que foi o artilheiro. Talvez por ter sido atacante, Müller entrou naquela de depreciar goleiros. Há uma grande diferença: da zaga para a frente, há colaboração entre jogadores. Com o goleiro é diferente: tem de enfrentar a bola sozinho. Corre até o risco de algum abelhudo de seu time desviá-la e tirá-lo da jogada. No pênalte é pior: tem o adversário e a bola contra e está absolutamente solitário debaixo dos paus. Fico mordido sempre que vejo – e como vejo! – desvalorizarem goleiros. No caso de Victor, penso que nem há o que discutir. Por duas vezes garantiu, a permanência do Galo no torneio, uma delas sem qualquer ajuda, contra o Tijuana. No último jogo da final, defendeu um pênalte e, com o olhar, desviou outro para o ângulo dos paus, sem ter sido definitivo. Se a bola tivesse entrado, faltava uma cobrança, por Ronaldinho. Mas Ronaldinho teria de marcar. Dá um tempo, Müller!

NOTA: Tenho escrito sobre a saga dos goleiros, há bastante tempo. Está em "ONDE ELE JOGA NÃO NASCE GRAMA" (http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2012/11/onde-ele-joga-nao-nasce-grama.html), "ESQUECERAM DO GOLEIRO, PARA VARIAR" (http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2013/01/esqueceram-do-goleiro-para-variar.html) e "ESNOBANDO O GOLEIRO OUTRA VEZ" (http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2013/01/esnobando-o-goleiro-outra-vez.html).
Agora, o Müller vem com essa!... Será que vai ser preciso criar uma Associação de Goleiros? Fazer passeatas de protestos, para que os comentaristas parem com essa mania de esquecer o goleiro para enaltecer atacantes, quando o goleiro tenha sido a peça mais importante, em determinado jogo?

Foto: FUTEROCK
http://futerock.com/2013/05/31/victor-goleiro-do-atletico-mg-se-adiantou-ao-defender-o-penalti-do-tijuana/
Postar um comentário