26 de abr de 2014

UM PASSEIO PELO MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DA USP

Não posso chamar de visita. Foi um simples passeio, quando me encaminhava para o Parque do Ibirapuera. Só uma olhadinha e poucas fotos. O estômago não se teria convencido de que poderia ser interessante visitar de verdade. Depois, uma volta pelo parque, sem me deter para visitar qualquer coisa. Só mesmo a agradável observação da natureza (apesar da inserção de alguns elementos que imitam a natureza, parecendo-me desequilíbrio) e a busca pelo almoço.
Valeu a pena tudo.