7 de jul de 2016

TRANSOLÍMPICA. MAS O QUE É QUE É ISSO?

Tem hora que sou meio cochilão. Ou não entendo as coisas direito, ou entendo de modo diferente.
Por esses dias, ouvindo tv (olhando para outra coisa) que a transolímpica está para os retoques finais.
Veja-se que eu não estava em estado avançado de
besteirol: a TransOlímpica fica entre
o Motel Caravelas e o CFAP/PM. As atividades poderiam
ocorrer no Motel, com a proteção da PM. Genial! 



Foi só ouvir e pensar besteira: mas será que já existe até essa nova modalidade? como será? ou será que estão divulgando para atrair aqueles turistas que só vêm ao Brasil pensando naquilo? Isso porque ouvi, também, que durante as olimpíadas, a tal transolímpica não será permitida aos cidadãos todos, mas apenas a quem de qualquer forma participará das olimpíadas. Os cidadãos "comuns" só poderão utilizar depois que terminarem as olimpíadas (mas aí não irá ter a mesma graça, pensei). Fiquei mais do que ouriçado. Meus Deus! Como será uma transa olímpica? Será que eu darei conta? Na minha idade?
Foi depois que fiquei sabendo que a tal de TransOlímpica é uma via de acesso aos locais dos jogos e que, enquanto durarem, só será usada pelas pessoas envolvidas.
Daí, pensei como o Latricério (personagem de Stanislaw Ponte Preta): Ah!... bão...

Foto: Objetiva.