26 de out de 2012

DECO - JOGADOR VIOLENTO INSUSPEITO

Nunca suspeitei que Deco pudesse descambar para a violência. Sempre vi nele um jogador muito técnico, estilo de jogo inteligente e bonito. Observei-o no jogo Atlético Mineiro x Fluminense. Vi o jogo e boa parte do tape. Comentei que praticou jogo violento e desleal (http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2012/10/a-ajuda-do-arbitro-foi-alem-do-campo.html). Depois, fiquei pensando que poderia ter sido exagerado. Agora, pela manhã, assisti ao tape do jogo Fluminense x Coritiba. Vi o Deco dando uma cotovelada no rosto de um adversário, de modo desleal. Achei-me cheio de razão. Ainda assim fui consultar na rede. Segundo está no Terra Esportes, no Brasileirão 2012, Deco foi agraciado com oito cartões amarelos. Não sei se já está computado aquele que tomou, ontem, "mode" a cotovelada (sou mineiro, uai!).
Quem tomou mais cartões amarelos, no Brasileirão 2012, tomou 13. A questão não é apenas estatística. É de comportamento. Nas duas oportunidades em que observei, a "vítima" estava em condições de iniciar um contra-ataque.
Continuo pensando que os treinadores têm uma dose de responsabilidade. Vejo, com pesar, que Telê Santana não conseguiu fazer escola.
É uma pena!

Foto: SãoPaulindas.
http://www.saopaulindas.spfc1935.com.br/2012/04/saudoso-mestre-tele.html

São lindas, mesmo! Será que tem passarela para admitir na gang?

Vejam o que dizem as SãoPaulindas sobre Telê, em abril deste ano, seis anos depois da morte do mestre.


Combateu a violência no futebol, a má qualidade dos gramados, a incoerência na aplicação das regras por alguns juízes e travou uma briga particular para que o futebol brasileiro reencontrasse a confiança em sua capacidade.
“É impossível alcançar a perfeição, mas é possível aproximar-se dela” Mestre Telê ...saudoso Mestre Telê.