21 de jan de 2015

ELETRO: CARA DE PAU É POUCO II (OU "CHUVA AVISADA NÃO MATA ALEIJADO")

Não me conformo em ver o Ministro de Minas e Energia dizer que "Deus é brasileiro", já que não consegue explicar o apagão (que tanto ele como o Operador Nacional do Sistema preferem chamar por outro apelido). Qualquer um dizer, vá lá. O Pagé dizer, vá lá, desde que fale Tupã. O Babalorixá também pode, desde que se refira a Oxalá. Mas o Ministro é um administrador e está falando para a Nação. É demais pros meus sentimentos, tá sabendo? "Oriessa", como disse minha irmã: se Deus é brasileiro, por que permite que o brasileiro cause tantos danos à natureza, máxime na Amazônia, sem que o Governo consiga controlar, provocando, como resultado, falta de chuva? Deus mais malvado esse...
Ontem, ouvi coisa parecida, do Presidente do Palmeiras: querendo justificar a legitimidade do financiamento, pelo Governo (por nós, óbvio) das dívidas tributárias dos clubes, disse que "futebol é uma religião".
Assim vamos sendo administrados.
Parece preocupado nosso
São Pedro. Certamente,
não aceita a culpa
que querem imputar-lhe.
A questão da energia não é recente. O cadikim tratou dela em janeiro de 2013 (SÓ MESMO COM CHINELADA NA BUNDA - http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2013/01/so-mesmo-com-chinelada-na-bunda.html) e em fevereiro de 2014 (APAGÃO. CULPA DE SÃO PEDRO? - http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2014/02/apagao-culpa-de-sao-pedro.html). Sempre em tempo de pouca chuva. Ou seja. Em certos casos, chuva avisada (ou falta) mata aleijado.
Postar um comentário