2 de dez de 2012

GRE - NAL COM EXPULSÕES E INDISCIPLINA DE TÉCNICO

Em "Atlético Mineiro é Vice. Arbitragem deixa desejar" (http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2012/12/atletico-mineiro-e-vice-arbitragem.html), falei de indisciplina e de tolerância dos árbitros. Acabado o jogo do Galo, engrenei no finalzinho do Gre - Nal, já com dois jogadores do Inter expulsos. Não vi, pois, os motivos das expulsões.
Vejo-me obrigado a falar de um evento específico de indisciplina, para reforçar ponto-de-vista genérico: o que interessa é o nível de disciplina e das arbitragens, em todo um campeonato.
Faltando menos de cinco minutos para o fim do jogo, já nos descontos, uma bola vai à lateral, exatamente no lugar onde estava o técnico do Internacional. Com presteza e "categoria", o moço deu um chute, "de primeira", lançando o bola para longe do local da falta. Típica ação de retardamento, com irritação do adversário. Um jogador do Grêmio partiu para cima do técnico do Inter. Começou o furdunço, que durou alguns minutos, gente entrando em campo, inícios de briga, separações, tudo a que a indisciplina tem direito.
O comentarista disse que o jogador do Grêmio não precisava ter partido para cima do técnico do Inter, porque havia outra bola por perto, que agora não há mais aquela circunstância de só haver uma bola... por aí.
O que o comentarista deveria fazer é ver-se vestido com a camisa do Grêmio, querendo e precisando ganhar um jogo que insistia em ficar empatado, apesar de superioridade numérica, desejando um vice-campeonato que lhe daria vantagem na Libertadores... E o técnico adversário avacalhando. Queria que o jogador do Grêmio estivesse de anjo? Ele comentarista teria mantido a calma, se fosse com ele? Mesmo sendo avesso a violência no esporte - principalmente no esporte, porque é momento de lazer - asseguro que atitude anjelical, naquela circunstância, teria sido demais pros meus sentimentos, tá sabendo? (salve Chico Anysio!).
Não vejo como melhorar tecnicamente, para uma copa que se avizinha, sem exigir que os atletas, treinadores e dirigentes estejam mais preocupados em promover o futebol de qualidade do que as tais "estratégias" retardadoras e as faltas "táticas".
Será?

Imagem: Blog do Baldasso.
http://fabianobaldasso.wordpress.com/2012/04/23/grenal-gremio-favorito/

Postar um comentário