22 de mai de 2015

REVOADAS URBANAS II





Voltamos, hoje pela manhã, ao lugar de onde alçaram vôo, ontem, centenas de pássaros. São negros, como o "pass'o" preto, e alguém disse que são melros. O
certo é que a revoada é muito bonita.






O ritual é muito interessante. Começa com o bando pousado, quietinho, cada um em seu lugar. Alguns aventuram-se a trocar de lugar.





















Esses três aí de baixo acharam de experimentar um lugar melhor, uma posição mais favorável para decolar.























O esquadrilha já estava composta e, como que respondendo a um comando, a maior parte das aves decola.










A quase totalidade do bando alça vôo. Aqueles que estavam em posição privilegiada, sobre as luminárias, permanecem ali. Não se sabe se sentinelas ou controladores de vôo.





O bando contorna o ambiente, arrumando-se para a direção desejada - o Paiolão. Festa do Milho, aí vamos nós!






Retardatários, incluindo os que estavam sobre as luminárias, contornam a praça e seguem o bando.

Postar um comentário