21 de mai de 2015

REVOADAS URBANAS

Prontos para decolagem.
Dias atrás, no final de março passado, olhando pela janela da nossa área de serviço, vi um grande bando de pássaros escuros, seguindo (não sabia de onde) para os lados do Paiolão (lugar aonde acontece a Festa Nacional do Milho). Foram três ou quatro bandos grandes consecutivos. Depois, foram minguando, com retardatários. Sem saber a origem, e entendendo bulhufas de pássaros, fui, pelo in box do facebook, pedir orientação a meu amigo Laércio Madureira, afeiçoado à natureza. Disse-lhe da minha
Autorização para decolagem dada.
ignorância, sugerindo que poderiam estar fazendo reconhecimento do Paiolão, para ver se estava tudo em ordem. Desisti da ideia, porque, provavelmente, não tinham sido avisados de que a festa só iria começar no início de junho. Sugeri, então, que poderiam estar servindo a uma agência publicitária qualquer, para chamar a atenção
Decolando.
para a Fenamilho 2015: "siga os pássaros e seja feliz na Fenamilho!". Apelei para que meu amigo, afeito às coisas bonitas da natureza, procurasse informar-se, para informar-me, melhorar meu nível. Sugeri que observasse o céu, no dia seguinte cedo (entre seis e seis e meia, mais ou menos), sabendo que o Madureira poderia capturar ótimas imagens.

Laércio respondeu-me que achava criativa a referência à FENAMILHO, disse ter gostado da dica. Acrescentou que mora lá pros lados da Avenida Padre Almir, esquina com Barão do Rio Branco, onde só miquinhos e periquitos dão as caras.
No dia seguinte - de primeiro de abril só a data - ainda pela mesma mídia, fui dizer ao Laércio que na manhã do dia
Sobrevôo para orientação.
anterior, por volta das seis e meia, passara pela Praça Antônio Dias, de carro (necessária explicação de que não estava voltando para casa), quando vi uma revoada saindo das árvores dali. Não tinha como parar e não sabia se era o último bando. Disse-lhe ter achado coisa inusitada em Patos de Minas, pelo menos na área urbana.

Pois não é que na última terça feira, acompanhando minha mulher ao trabalho, passei pela mesma praça, na volta, e vi um bando dos tais pássaros alçando vôo, em um conjunto muito bem organizado? Seguiram-se mais dois bandos, sempre dirigindo-se para o
Rumo ao objetivo.
mesmo lugar.

Ontem, resolvemos, minha mulher e eu, voltar à Praça Antônio Dias. Paramos e descemos do carro. Pudemos observar muitos pássaros pretos pousados em coqueiros. Ficamos esperando. Péssimo fotógrafo, permaneci um tempo com a câmera voltada para um dos coqueiros. Por conta da imperícia, perdi um pequeno bando de maritacas. Observei que os pássaros estavam em posição de decolar, nos galhos periféricos dos coqueiros.  Foi possível
Decolagem dos retardatários.
capturar algumas cenas, já que os pássaros logo levantaram vôo e dirigiram-se para os lados do Paiolão.

As fotos falam melhor do espetáculo, que pretendo continuar acompanhando.