26 de nov de 2012

ARNALDO CÉSAR COELHO SUPEROU-SE

Jogavam Sport e Fluminense, ontem. O bandeira acusa impedimento de Fred. Deu para ver que estava um pouquinho adiantado. Não me lembro bem, mas penso que nem precisei de repetição do lance, que confirmou. Aí, baixou o Arnaldo César Coelho, dizendo que achou que Fred e um defensor do Sport estavam na mesma linha. Comenta daqui, comenta dali, falou-se que o super-tira-teima daria a palavra final. Deu: Fred estava tantim adiantado. Aí, Arnaldo superou-se:
"Errei eu, o computador está certo!"
Lapidar, não? O comentarista em franca disputa com o computador pela verdade do jogo!
Como dizia Dona Ephigenia, presunção e água benta, cada um toma da que quer. Acrescento: e quanto quer.
O que me preocupou, em seguida, foi o narrador dizer que Arnaldo não comentara aquele impedimento mostrado pelo super-tira-teima, mas sim "o outro". E acrescentou: "Você nunca erra, Arnaldo! Ou quase nunca!"
Meu Deus! (Milton Leite). O "outro" foi um impedimento em que Fred chegou a mandar a bola para o gol. Naquele, estava adiantado em torno de dois metros. Se o Arnaldo achou, mesmo, que "no outro" os jogadores adversários estavam na mesma linha, então posso acreditar que não erre. Mas precisa, urgentemente, consultar um "oísta" (como disse o Joãozinho, reclamando para a mãe que estava com dor no "oi").

Foto: Lance!Net
http://www.lancenet.com.br/minuto/Fluminense-recebe-Sport-manter-briga_0_757124442.html