24 de nov de 2012

UMA GRACINHA!...

Costumo dizer que a vida está nas ruas. Casa é ninho, serve para dormir. Sei que tem gente que curte ficar em casa. Eu mesmo não saio à rua com tanta freqüência quanto saía há alguns anos. Idade... Mas é na rua que a gente vê as coisas.
Hoje, no shopping, na fila de um caixa eletrônico, vi um cara do tipo machão: corpulento (gordo um pouco além da conta), bermuda e camiseta bem surradas, que nem as minhas, chinelão, barba por fazer (menos do que eu)... um tipo bem característico do machão). De "machão, só tenho bermuda e camisetas surradas e barba por fazer. Nem metade do ferramental, portanto. Havia uma senhora operando o caixa e ele um pouco atrás, de lado. De repente, prestei atenção na bolsinha: daquelas pequenas e finas, retangulares, que, acho, eram usadas para levar baton, rouge e outras tranqueirinhas para maquiagem. De oncinha, pra riba de tudo! Entendi que deveria estar junto com a senhora, esperando que acabasse com a leréia no caixa eletrônico.
Quase não resisti. Deu-me vontade de dizer ao cara que estava uma gracinha e elogiar a bolsinha.
Teria sido por pura brincadeira, já que não poucas vezes não só seguro mas carrego a bolsa de minha mulher, pendurada a tiracolo, sem o menor constrangimento. Mas que é engraçado um homem grandão, do tipo daquele, segurando (com algum estilo) uma bolsinha daquelas, lá isto é.
Graças a Deus, resisti. Lembrei-me de um episódio ocorrido há alguns dias. Encontrei-me com um amigo meu, cuja mulher havia dado à luz uma menina, havia cerca de um mês. Ela estava cerca de quinze a vinte metros à frente dele, quando o vi. Meu amigo carregava uma sacola cor-de-rosa. Uma gracinha.
Quando disse "que lindo!", começou a mostrar-me a mulher com a criança, lá na frente, em voz bem alta e gesticulando muito, e dar-me um monte de explicações. É o típico machão, demais da conta, até, a ponto de, discutindo com uma professora, em classe, nível superior, ter esbravejado: "Queria que você fosse homem" o que, em bom coloquial significa: "Me espera lá fora que vou quebrar-lhe a cara!"
Lembrando-me do episódio, resolvi desistir de zoar o cara do shopping. Vai que ele é de temperamento quente, que nem o meu amigo!... Não tenho estrutura para uma briga dessas.

Imagem: peixeurbano.
http://www.peixeurbano.com.br/uberaba/ofertas/tuany-miake-maquiagrfhfrx

Postar um comentário