10 de mar de 2013

EM FUTEBOL NÃO HÁ ANJOS







Como em quase tudo na vida, em que se envolva qualquer tipo de competição.
Hoje, Vasco x Botafogo, valendo a Taça Guanabara. O Vasco dependia do empate.
O time do Botafogo corria atrás do prejuízo. O do Vasco segurava o que podia. Chegou a ponto de ter havido um lateral a favor do Vasco e nenhum dos seus jogadores ter-se dirigido ao local onde estava a bola. Foi preciso que um do Botafogo fosse buscá-la e a entregasse ao adversário. O Vasco fazia toda cera possível, para segurar sua vantagem.
Até que aconteceu o gol do Botafogo, que invertia a vantagem. Se mantivesse o escore, o Botafogo seria o campeão.
Daí para a frente, inverteu-se a cera. Era o Botafogo que retardava o que podia.
O que me pareceu ilógico foi o fato de jogadores do Vasco - os mesmos que haviam feito cera - irritarem-se com a cera do Botafogo.
Não há anjos!

Imagem: Folha de Italva.
http://www.folhadeitalva.com.br/