31 de mar de 2013

MINEIROS FORA! POR QUE, UAI?

A TV Globo mostrou, hoje, no Esporte Espetacular, matéria especulando sobre a possibilidade de a seleção brasileira adotar estratégia, já utilizada no passado, de tomar uma equipe como base e recheá-la com jogadores que estejam em destaque. Tudo por causa da falação do Pelé, de que o Corinthians deveria ser tomado como base da seleção. Não concordo nem discordo. Não tenho leitura para isto.
Vários entendidos (alguns escolhidos entre o povo, já que temos milhões de técnicos) manifestaram-se, uns a favor, outros contra. Houve manifestações em que predominava o clubismo. Corinthiano quer, é claro!
Júnior, comentarista e craque de seleção, disse, se tivesse time como Barcelona, Real e Chelsea, que podem formar base de seleção em seus países, o mesmo poderia ocorrer no Brasil. Acrescentou que, no momento, não vê time brasileiro que tenha cabedal para ser base da seleção, atualmente. Posso concordar ou discordar, não importa. Importa é que citou três: Fluminense, Grêmio e Corinthians. Bacana! Esquecer da existência do Clube Atlético Mineiro pode não ter sido um lapsus memoriae, como gostam os latinistas. Pode estar já arraigado na mente de comentaristas paulistas e cariocas. Não estou dizendo que o time do Galo pode ser a base. Já disse que não tenho leitura. Os cruzeirenses não iriam tolerar, uai! Não me conformo é com que um comentarista de ponta, em emissora de ponta, vivido nas quatro linhas, possa deixar de citar o Galo mineiro. Afinal, é vice-campeão brasileiro e está fazendo a melhor campanha na Libertadores. Não é amostra de um ou outro jogo, não! É uma campanha, inclusive com invencibilidade no Independência. Respeito quem diga que daí a ser base da seleção vai uma distância muito grande. Como posso achar a mesma coisa do campeão mundial Corinthians.
Mineiro existe, uai!

Imagem: Blog do Tachinha
http://enfrades.blogspot.com.br/2010/04/salmo-mineiro-salmo-23.html
Postar um comentário