29 de mai de 2014

ABUSOS EM OBRAS - PATOS DE MINAS

É o que está acontecendo em frente à minha casa. Foi instalado um serviço na rua, de drenagem de água acumulada no subsolo de um prédio vizinho, segundo informações obtidas de pessoas que ali trabalham. É serviço particular. Até aí, nada de mais. Tem de ser feito, que se o faça. Mas que se faça bem feito. Ao término da jornada diária, a rua Estrela do Sul fica em estado lastimável. Os donos do serviço não fazem a limpeza do local, deixando lama até no portão de uma das casas. Penso que a
Prefeitura Municipal tem a obrigação de fiscalizar a situação, para corrigir. Telefonei para a Secretaria de Infraestrutura e comuniquei o fato. A pessoa que me
atendeu, educadamente, confirmou que o assunto é da alçada daquela pasta. Perguntei-lhe o que a Secretaria poderia fazer. Respondeu-me: "Tem de notificar". Ponderei que a situação é emergencial e grave, e que se torna necessária medida urgente, comunicação com a empresa que administra a obra, ou a própria Prefeitura mandar lavar a rua... o que for possível. Sugeri que a Secretaria fizesse a notificação à empresa responsável, por telefone, para que o assunto pudesse ser tratado no mesmo dia. Insistiu: "tem de notificar, por escrito". Tenho tolerado, pacientemente, barulho de máquinas pesadas trabalhando no local, dificuldades com o trânsito, que mereceu nenhum tratamento, para a eventualidade.
Acho que não temos tempo para burocracia. É só ver o estado em que se encontra a via pública, na rua Estrela do Sul, em frente ao Big Pato.