30 de mai de 2014

DIÁRIO APRESSADO DE UMA POMBINHA

Querido diário,


Estou antecipando umas notícias, porque fiquei preocupada. Cheguei cedo ao ninho e meus bebês não estavam lá. Ninho vazio. Joguei a saia na cabeça! Tenho certeza de que dormiram em casa. Assustei-me e saí procurando em volta. Vi que um deles estava lá. Não consegui ver o outro. Rodei pela árvore, procurando. Será que ele volta e se comporta, até ficar maiorzinho e for capaz de
se defender. Desculpe, querido diário, mas uma mãe estressada não vai conseguir esperar a tarde ou a noite para dar as notícias do dia. Se souber por onde anda meu filhote fujão, diga-lhe para voltar
para o ninho. Estou muito ansiosa!