4 de fev de 2013

PUXA-SACO NÃO NÃO PODE SER MERO BAJULADOR.

Foi o Tiãozim quem me disse: se alguém quiser ser um puxa-saco bem sucedido, não basta saber bajular. Tem de ter duas qualidades fundamentais. Primeira: se não tiver mãos de veludo, que não as tenha lixentas; segunda: tem de saber escolher o saco certo; se escolher errado, estará fadado ao fracasso. Ensinamento muito interessante, que me permitiu observar os que se davam à atividade. Alguns eram bem sucedidos. Outros fracassavam fragorosamente. Principalmente os que escolhiam o saco errado.
Por observar, assisti a uma performance de um aspirante (é o cara que aspira ser tenente, ou seja, um cara que está engatinhando na carreira), performance que me pareceu muito promissora. O major perguntou-lhe:
- Você fuma, aspirante?
Resposta, sem pestanejar:
- Não, senhor major! Mas se o senhor quiser, começo agora!
Não tornei a encontrá-lo. Gostaria de saber como foi o curso da carreira.

Imagem: O FIM.
http://artedofim.blogspot.com.br/2012/04/tenha-sucesso-puxando-o-saco.html
Postar um comentário