28 de fev de 2013

ROLOU NA REDE. APROVEITO...

Policial interceptou um carro cujo condutor avançara o semáforo vermelho. Abordou-o, vistoriou documentos e avisou que o estava multando por avanço de sinal. Diálogo:
Cidadão:
- Sr. Policial, mas eu diminuí a marcha, antes de passar.
Policial:
- O vermelho do semáforo manda parar.
Cidadão:
- Mas é a mesma coisa, ora!
Policial:
- É não! Parar é parar. Diminuir é diferente de parar.
Cidadão:
- Sr. Policial. Desculpe-me, mas eu sou advogado e tenho melhor conhecimento e experiência sobre interpretação de normas. O sinal vermelho tanto pode ser entendido como parar como diminuir.
Policial:
- Discordo, senhor. Parar é uma coisa. Diminuir é outra coisa.
Cidadão:
- Sr. Policial. Se o senhor me provar o que diz, utilizando qualquer tipo de argumento, o senhor pode me multar e ainda ficar com o meu carro.
Policial:
- Qualquer argumento?
Cidadão:
- Qualquer argumento!
O policial voltou-se para dois outros que estavam nas proximidades, chamou-os e disse-lhes que aplicassem uma tunda no cidadão, sem dó, nem piedade. Que batessem para valer. O pau começou a cantar.
O cidadão gritava:
- Pára! Pára! Pára!.... Pára!
O policial voltou-se:
- O senhor quer que pare ou que diminua?


Imagem: Blog Pena Digital
http://www.blogpenadigital.com/2011/09/policia-e-os-direitos-e-deveres-do.html
Postar um comentário