28 de jul de 2014

DANÇA CIRCULAR SAGRADA DAS TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA


Minha filha Ana (Nanete para os íntimos mais antigos), acaba de criar um grupo de Dança Circular Sagrada.
Apaixonou-se pela atividade, desenvolveu conhecimentos pertinentes, tornou-se focalizadora e partiu para o "mão na massa": promove danças na cidade onde mora - Passa Quatro, Sul de Minas e já expandiu para a vizinha Itanhandu, com autorização da Prefeitura para realizar eventos em praça pública, abertos à comunidade. Não se impõe condições nem limites, havendo vontade alheia e oportunidade para ela, que não se pode afastar muito do restaurante que dirige - o "Villa Comini". O projeto é preparar outras focalizadoras, com duas finalidades: a primeira é substituí-la em eventos a que não possa comparecer; a outra, mais saudável e prazerosa, é poder dançar na roda, com alguma amiga focalizando. Não parou por aí. Criou um grupo no facebook, com o nome do título, podendo os interessados conhecer fundamentos e ideias. Parabéns, Nanete!


Foto deste blogueiro, em evento promovido pelo SESC da cidade de Ribeirão Preto, ao qual compareceu a convite da Nanete.
Postar um comentário