7 de jul de 2014

SÓ PORQUE FOI COM NEYMAR?

Todos se mobilizam, agora, para falar da necessidade de mais rigor nas arbitragens, para criticar a FIFA por ter mandado "aliviar" amarelos, e até a grande entidade afirma que irá estudar o lance que vitimou Neymar.
O cadikim tem comentado questões vinculadas e postou, no último dia 5, comentário em que colou os links de postagens anteriores àquela (http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2014/07/o-drama-de-neymar-e-da-selecao.html), relativas a violência nos esportes e a questões de arbitragem.
Por que nada disto foi tratado, com a veemência com que está sendo tratado agora, quando Hernane, atacante do Flamengo, sofreu contusão semelhante, em lance semelhante? Hernane descreveu o lance:


Hernane sendo retirado de campo.


"No momento da joelhada foi uma pancada muito forte. A dor te inibe a todos os movimentos. Tentei voltar logo, pois ainda estava quente, mas a dor foi muito forte. Ela ainda continuou por dias e dias, sem diminuir. Quando conversei com o doutor (José Luiz) Runco, eu não consegui deitar direito na cama, não conseguia me virar. Só de colocar a mão no local, notou que estava fraturado - explicou Hernane, em conversa com GLOBO."

Temos visto, desde algum tempo, que os grandes dramas impactam muito mais as pessoas, sempre motivando referências a ações que nem sempre são efetivadas. No momento, por exemplo, estamos em face de um viaduto desmoronado, emocionando as pessoas, e que tem de ser removido (dizem que a remoção não prejudica as investigações), porque o trânsito precisa fluir. Nem se comenta que, por coincidência, o próximo jogo é no Mineirão.
E por que a pergunta-título? Porque admite-se que a seleção brasileira seja muito mais importante do que o Flamengo e que a Copa do Mundo seja muito mais importante do que o Campeonato Carioca. Mas Hernane - como pessoa humana, e profissional - tem a mesma importância de Neymar, nos dois quesitos. Por que só o caso Neymar tem tanta repercussão? Por que só depois desse caso é que a imprensa, a FIFA, a CBF mobilizam-se?
Continuo achando que há muito que mudar no futebol. E não vai ser fácil, porque deixaram que se instalassem, ao longo do tempo, hábitos nocivos ao esporte. Não irá ser do dia para a noite que poderemos retornar a condições saudáveis para a prática futebolística.


Texto citado e foto: O GLOBO.
http://oglobo.globo.com/esportes/copa-2014/recuperado-de-lesao-parecida-com-de-neymar-hernane-relembra-preferia-dormir-no-chao-13151438


Postar um comentário